TEXTOS E PUBLICAÇÕES

1977

POÉTICAS VISUAIS

Walter Zanini e Júlio Plaza

Exposição no MAC-USP

1981

MULTI=MULTI

Marco do Valle

Revista Arte em São Paulo

1982

TRÊS PAULISTAS NO MAM-RJ

Frederico Morais

Exposição no MAM-RJ
 

1983

IMAGINAR O PRESENTE

Ronaldo Britto

Exposição no Gabinete de Arte Raquel Arnaud

1984

REVER UM ATO DE CONTEMPORANEIDADE

Maria Cecília França Lourenço

Projeto Releitura na Pinacoteca do Estado de São Paulo

MARCO DO VALLE REVISITA A ARTE E PENSA O PRESENTE

Sheila Leirner

PESADELOS DA RAZÃO

Alberto Tassinari

Catálogo de exposição no Gabinete de Arte Raquel Arnaud Babenco

1985

DEPOIMENTO

Marco do Valle

Arte novos meios/multimeios – Brasil 70/80

1986

A NOVA DIMENSÃO DO OBJETO

Aracy Amaral

Exposição no MAC-USP

1987

TALISMÃ

Marilena Chauí

1989

TOPOGRAFIA ARTIFICIAL

Paulo Venâncio Filho

Catálogo Artistas Brasileiros na 20ª Bienal Internacional de São Paulo

1990

TROPICAL BAZAAR

Edward Leffingwell

Revista Art in America

1991

PROCESSOS DE APAGAMENTO EM ESCULTURA MODERNA E CONTEMPORÂNEA

Marco do Valle

Dissertação de Mestrado defendida no Departamento de Comunicação da ECA-USP

1992

MELANCOLIAS

Abílio Guerra

1993

PROJETO PARA PALMANOVA

Grupo de Veneza

Bienal de Arquitetura de Veneza

Revista óculum

1994

MELANCOLIA 3

Jorge Coli

Exposição no MASP

A CIDADE E SEUS FLUXOS

Nelson Brissac Peixoto

Portal do Projeto Arte/Cidade 2

1997

ARTE TECNOLOGIA

Daniela Bousso

Catálogo da exposição Precursor e Pioneiros Contemporâneos, curadoria de Daniela Bousso, Paço das Artes

DO PALEOCIBERNÉTICO AO BIOTECNOLÓGICO

Ivana Bentes

Catálogo da exposição Precursor e Pioneiros Contemporâneos, curadoria de Daniela Bousso, Paço das Artes

ARTE BRASILEIRA: 50 ANOS DE HISTÓRIA NO ACERVO MAC-USP

Lisbeth Rebollo Gonçalves

Exposição no MAC-USP

2006

MARCO DO VALLE - HAARP RADIO

Daniela Labra

Exposição no Centro Universitário Maria Antônia - USP

2011

40 ANOS DO INSTITUTO DE ARTES

Marco do Valle

Jornal ô Xavante

2015

CONVERSAS COM O ACERVO DO MAV - MARCO DO VALLE

Sylvia Furegatti

2018

MARCO DO VALLE. ARTE XEROX. IMPRESSÕES-EXPRESSÕES.

Sylvia Furegatti e Julyana Matheus Troya

Projeto Estante de Livros e Cadernos de Artista do Instituto de Artes da Unicamp

SÓLIDAS MELANCOLIAS - MARCO DO VALLE

Julyana Matheus Troya

Exposição na Galeria de Arte da Unicamp

2019

SERIAÇÕES NA OBRA DE MARCO DO VALLE

Sylvia Furegatti

Exposição na Casa de Vidro de Campinas

1997

ARTE TECNOLOGIA

Daniela Bousso

Catálogo da exposição Precursor e Pioneiros e Contemporâneos, curadoria de Daniela Bousso, Paço das Artes

ARTE TECNOLOGIA


A exposição "Precursor e Pioneiros Contemporâneos" reúne obras pensadas e criadas no Brasil através da utilização de meios tecnológicos.


Do precursor Waldemar Cordeiro, maior representante do concretismo no Brasil, estaremos mostrando as 27 obras da série "Computer Graphic Art" realizada entre os anos de 1968 e 1973. É a primeira vez que essa série está sendo mostrada na íntegra para o público desde a morte de Waldemar Cordeiro.


Os pioneiros contemporâneos, por sua vez, constituem parte do grupo de artistas que se interessaram pela pesquisa dos novos meios dos anos 80 e 80. Iole de Freitas, Anabela Geiger e Analivia Cordeiro apresentam vídeos que representam a fase inicial das pesquisas com novas mídias.


Iole de Freitas e Anabela Geiger seguiram outros caminhos nos anos 80 e 90. Ainda assim Iole de Freitas, em recente exposição¹, apresenta trabalhos em que o uso da tecnologia assinala a possibilidade de novos percursos em sua produção. Analívia Cordeiro, por sua vez, apresenta obras recentes na mostra "Mediações"².


José Wagner Garcia, Marco do Valle, Walter Silveira e Mário Ramiro, embora pioneiros juntamente com Rafael França, trazem instalações inéditas construídas especialmente para a exposição do Paço das Artes, demonstrando como prosseguiram firmando suas poéticas nesse território.


Arthur Omar e Simone Michelin também apresentam videoinstalações recentes (a de Arthur, inédita).
 

Finalmente, estaremos mostrando uma série de cinco vídeos produzidos entre 1938 e 1988 de Paulo de Laurentiz, pioneiro falecido em 1991; o artista e a série também são desconhecidos do grande público.
 

Ainda num esforço de consolidação da sua política cultural, o Paço das Artes traz ao Brasil os artistas Mário Ramiro e Ronaldo Kiel ao vivo e em cores para participarem da exposição. Ronaldo Kiel apresenta uma série de vídeos e uma videoinstalação e propõe também a inclusão de dois artistas americanos na mostra, Anita Cheng e Tal Yarden, sendo que ele próprio os apresenta.
 

Juntamente com a exposição individual de Rafael França, o Paço das Artes edita um panorama histórico que, somando com as obras apresentadas na exposição "Mediações"do Instituto Cultural Itaú (setembro/outubro-97), pretende levantar questões sobre arte e tecnologia no Brasil, evidenciando mudanças de enfoque nas linguagens artísticas e a necessidade de criação de uma política cultural para o desenvolvimento das versões tecnológicas da arte.
 

Certamente não pudemos esgotar o assunto referente ao histórico nessas exposições. Faltam ainda investigações sobre as obras de José Roberto Aguilar, Roberto Sandoval, Regina Silveira, Júlio Plaza, bem como sobre as manifestações de arte em xerox, heliografia, faz e outros artistas, mas ao longo de mais algumas curadorias e publicações, já teremos criado algum material para análise e reflexão mais aprofundada. Afinal, já são três décadas de produção artística via tecnologia e há artistas produzindo não somente no eixo Rio/SP, mas no sul do país, em Brasília e em Minas Gerais.
 

A realização de curadorias sobre as versões tecnológicas da arte brasileira permitirá ao público uma possibilidade de reflexão, gerando subsídios para comparação e questionamento junto à produção de arte e tecnologia internacional.

O Paço das Artes pretende, em 98, trazer artistas internacionais dessa área para a apreciação do público, mas, antes, já teremos acolhido nossos talentos, mostrando e refletindo sobre boa parte da produção nacional.

Vitoria Daniela Bousso
Curadora e diretora do Paço das Artes